Posts

A experiência do usuário (#UX ou user experience) fica bem melhor quando dá para encontrar informações e visitar as páginas de maneira lógica, intuitiva e com poucos cliques. E o seu site, tem boa navegabilidade?

#Webgui #Navegabilidade #ExperiênciaDoUsuário

Site com navegabilidade = melhor UX

Podemos dizer que identificação com uma marca é aquela sensação de encontrar produtos, serviços e experiências que tenham a ver com valores e crenças do cliente.

Utilizamos esse conceito no site desenvolvido para a Marisa Flores. A partir de um layout simples e clássico, destacamos imagens e detalhes sobre as decorações realizadas pela empresa.

Cada dúvida pode ser respondida clicando em uma das páginas, que favorecem o contato com a marca – facilitando as conversões, ou seja, a venda de serviços.

 

Veja o resultado: marisaflores.com.br

 

A partir desse job, ficou claro que a identificação pode estar presente em diversos tipos de interação. Atendimento e posicionamento nas redes sociais são alguns exemplos, mas um site – e outros elementos de identidade visual – também podem aproximar marcas do público alvo.

 

Essa ideia foi assunto de um estudo divulgado pela Universidade Federal do Paraná. A pesquisa levantou e confirmou hipóteses sobre o efeito da identificação entre consumidor e marcas.

Uma delas afirma que, quanto maior a identificação, maior será a lealdade à marca. É por isso que, hoje, existem as love brands, aquelas marcas que realmente conquistam as pessoas. Pense, por exemplo, no Starbucks, Apple e Netflix.

 

Abaixo, você encontra outras vantagens da identificação entre clientes e marcas:

 

  • Quanto maior a identificação com a marca, maior será a preferência por esta marca.
  • Quanto maior a preferência pela marca, maior será a lealdade por esta marca.
  • Quanto maior a identificação com a marca, mais difícil será trocar esta marca por outra.

 

Então, se você quer se aproximar e conquistar seu target, vale a pena investir em identificação.

 

Que tal começar pela identidade visual? Conte a gente para desenvolver sites, lojas virtuais, logotipos e outros materiais pensados especialmente para sua empresa e público alvo.

 

Tire suas dúvidas aqui

 

Você já deve ter ouvido falar em One Page Website. O conceito de programação e design se refere aos endereços virtuais que têm apenas uma página.

Esse tipo de site reúne uma série de vantagens, como menor tempo de carregamento, já que tudo se encontra na mesma página. Outro benefício é a simplicidade; como o internauta precisa apenas dar scroll para ver todo o conteúdo, fica fácil navegar e encontrar o que ele precisa. Isso impacta nas conversões, pois são necessárias menos ações para comprar um produto, se cadastrar ou baixar um material disponível.

Recentemente, desenvolvemos um site One Page para a empresa Zínia Cosméticos, com sede em São Paulo/SP. Junto ao cliente, foi possível avaliar que esta era uma boa solução, por alguns motivos específicos.

Afinal, nem todo endereço virtual fica mais simples utilizando o layout One Page. Quando se tem muito conteúdo, por exemplo, a visualização pode complicar a busca e experiência do usuário. O resultado é que a maioria dos possíveis clientes desiste, sai do site e pode até ir para a concorrência.

Então, vale considerar alguns pontos na hora de escolher o layout One Page. Tente responder as questões a seguir:

  1. Seu endereço virtual falará de poucos produtos ou serviços?
  2. O conteúdo pode ser resumido em alguns parágrafos?
  3. É possível contar uma história, ou seja, inserir o conteúdo de forma contínua?
  4. Sua empresa é pequena ou média?
  5. Você está pensando em construir uma landing page (página focada na captação de leads, ou seja, possíveis clientes)?
  6. Sua empresa ou produto tem forte apelo visual, com boas imagens e/ou vídeos?

Se você respondeu “sim” para a maioria das perguntas, considere investir no website One Page. Olha só como ficou nosso último projeto:

http://www.ziniacosmeticos.com.br/

Conte com a Webgui Design para divulgar sua marca e conquistar mais clientes!

 

Agende uma reunião

 

Para quem você vai vender?

Compreender quem é o público da sua empresa é fundamental para que o negócio seja sustentável e cresça. Também precisa estar na raiz das ações de comunicação realizadas. Afinal, nenhum produto ou serviço serve para todo e qualquer consumidor, e a chave para conseguir boas vendas e parcerias é chegar às pessoas que realmente se identificam com sua companhia, ou seja, alcançar os potenciais clientes. A segmentação, que divide o mercado em grupos, é um dos primeiros passos para isso. Como explica este material do Sebrae, a segmentação permite que se formem grupos com expectativas semelhantes e necessidades em comum. Em seguida, sua empresa pode escolher o público adequado – que será o público-alvo do negócio. Usar o conhecimento sobre seu público faz a maior diferença na hora de pensar a forma, conteúdo e canais de divulgação das suas mensagens. Por isso, a segmentação é um dos pontos chave para ações de marketing bem-sucedidas. Recentemente, tivemos a oportunidade de aplicar o conhecimento do target no layout de um novo site, construído para a ginecologista e obstetra Dra. Elis Nogueira. A partir de informações sobre o target, foram escolhidos temas e cores suaves, remetendo a assuntos sobre saúde da mulher. Nesse sentido, a contribuição da cliente auxiliou na criação de um site personalizado, feminino e agradável. Cada elemento de design e conteúdo foi pensado com base na relação de confiança e carinho entre as mulheres e seus ginecologistas ou obstetras. Quer ver como ficou o resultado? Acesse o site: https://draelisnogueira.com.br/

Fale com a gente para criar o seu próprio site também!

 

Webgui Design

Escolher o posicionamento de texto, imagens, botões e links de um site pode parecer um detalhe sem muita importância, mas não é. A hierarquia dos elementos de qualquer página na web influencia na experiência do usuário, facilitando ou dificultando vendas, esclarecimento de dúvidas e o relacionamento com o cliente.

Junto a elementos em conteúdo, contexto e usuários, a hierarquia compõe os pilares da arquitetura da informação, uma das bases para a organização de páginas na internet.

A arquitetura da informação usa conhecimentos de design, programação e conteúdo para melhorar a experiência durante a navegação em endereços na web. Quando usada corretamente, confere clareza, objetividade e deixa qualquer site mais atraente, reduzindo a taxa de rejeição e impressões negativas que um visitante possa ter.

Taxa de rejeição é uma métrica que mostra o momento e página em que os usuários abandonam um endereço na web. Um espaço com alta taxa de rejeição pode indicar que o visitante não soube o que fazer depois de visitar aquela página, não encontrou o que procurava, perdeu o interesse ou não esclareceu alguma dúvida. Isso pode afetar sua empresa, direcionando um possível cliente para a concorrência.

Por isso, a Webgui Design considera conceitos de arquitetura da informação na hora de criar sites, lojas, landing pages e outros endereços virtuais.

Um exemplo é o novo site da Vivere Turismo, que une um design leve à hierarquização que facilita a visualização de ofertas e destinos. A disposição dos elementos também favorece a resolução rápida das dúvidas mais básicas na hora de viajar, como quais destinos escolher, valores e possíveis passeios.

Acessando o website, o internauta é impactado por imagens de qualidade e sugestões de roteiros personalizados – um dos diferenciais da Vivere.

Acesse o endereço virtual: http://vivere.com.br/

 

Fale com a gente para criar o seu site